Painel cobogó, o queridinho da arquitetura

Já pensou em utilizar um painel cobogó no seu espaço? Ainda não? Então tá na hora de começar a repensar. O painel cobogó é uma reinterpretação brasileira de uma parte da arquitetura árabe. O cobogó tem uma forte influência dos muxarabis árabes. Ele foi criado com a intenção de amenizar as situações climáticas, como a forte luz e calor, presentes em países de características tropicais. O cobogó permite uma boa luminosidade, porém controla a entrada de luz e continua permitindo a passagem do ar. Além disso, pelo baixo custo e versatilidade, o cobogó se tornou o queridinho da arquitetura brasileira. Inicialmente era mais utilizado do lado de fora dos ambientes, mas agora é mais visto dentro de casas e escritórios.

O cobogó pode ser introduzido em diversos ambientes, como escritórios, casas e restaurantes. Na arquitetura brasileira é mais comum uma dosagem igualitária entre espaço visual e privacidade, porém já há aberturas e formas geométricas para todos os gostos. O painel pode aparecer em diversos materiais, como: mármore, madeira, vidro, cerâmica e muito mais. Além de privacidade e luminosidade, o cobogó também traz um tom mais moderno pro seu ambiente.

Quer saber de onde vem o nome cobogó? Então fica de olho nessa curiosidade:
O painel cobogó foi criado por três arquitetos, Amadeu Oliveira Coimbra, Ernest August Boeckmann e Antônio de Góes. Junte as primeiras sílabas do último nome de cada um e você terá cobogó.